Blog‎ > ‎

Dia Internacional da Mulher

postado em 6 de mar de 2015 04:35 por Usuário desconhecido

O Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, é uma homenagem as lutas e as conquistas políticas e sociais femininas. Graças a mulheres corajosas, podemos hoje usar a roupa que queremos, votar, sair de casa sozinhas, estudar e trabalhar. Para comemorar esse dia tão especial, decidimos destacar algumas mulheres inspiradoras que marcaram nossa história.


Leila Diniz (1945 - 1972)

Leila é o maior símbolo da revolução feminina ocorrida no Brasil da década de 60. Ela parou o país ao exibir sua gravidez usando bíquini, em plena ditadura militar. A atriz não ligava para isso e falava abertamente sobre temas como sexo e relacionamento. Ela falava tão abertamente que foi criado o 'Decreto Leila Diniz', que estabeleceu a censura na imprensa. 


Cleópatra (69 a.c. - 30 a.c.)

Após a morte de seu pai, Cleópatra teve que dividir o trono do Egito com seus irmãos, mas isso não era suficiente para ela. A mulher fisgou Júlio César e assim, com o auxílio do poder romano, acabou com a vida de seu irmão e assumiu o poder que tanto almejava. Mais tarde se envolveu com Marco Antônio, que devolveu para moça algumas terras que o Império havia conquistado. Cleópatra era muito inteligente e ficou conhecida como grande negociante, poliglota, estrategista militar, estudada, sedutora e corajosa. 


Anita Garibaldi (1821 - 1849)

Ela conheceu Guiseppe Garibaldi, um dos líderes republicanos na Guerra dos Farrapos - que procurava derrubar o governo imperialista -, e o acompanhou em todos os combates políticos até o fim de sua vida. 



Joana d'Arc (1412 - 1431)

Joana vestiu roupas masculinas para perseguir seus objetivos e se tornou uma guerreira e heroína da França. Ela liderou tropas francesas na Guerra dos Cem Anos contra a Inglaterra. A santa foi fundamental para vitória francesa sobre os ingleses. 


Maria Quitéria (1792 - 1853)

Ela é conhecida como a 'Joana D'Arc Brasileira'. Maria lutou bravamente pela independência local no estado da Bahia diante do domínio português. A moça foi condecorada, pelo próprio Imperador, como Cavaleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro, a primeira ordem honorifica originalmente brasileiro. 


Boadiceia (falecida em 60 ou 61 d.c.)

Ela foi uma das primeiras mulheres que esteve a frente de um batalhão. A senhora organizou um exército com os homens de seu povo e dos povos mais próximos para tentar derrubar a dominação abusiva de Roma. Diversas cidades que eram controladas pelo Império Romano foram massacradas sob o comando dela.


Fonte: El Hombre


ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
ą
Usuário desconhecido,
6 de mar de 2015 04:35
Comments